Perfil

SIC

Filipe Vargas

MARIANO ALVARENGA

Tem 35 anos e é o dono de uma pequena livraria, fundada com o dinheiro que o avô, rico produtor de vinho, lhe deu para que financiasse um escritório de advogados que ele nunca abriu. Mariano deixou o curso de Direito a meio por causa de uma paixão assolapada pela poesia. É um poeta frustrado.

 

Não teve coragem para confessar ao avô a verdade: que não é o advogado importante que apregoa e que o seu dinheiro foi todo gasto no projeto de uma livraria. Quando é pressionado a apresentar-lhe resultados, vê-se forçado a forjar clientes e casos em que participa.

 

Com os remorsos que esta situação lhe provoca – e também porque agora aufere um salário modesto – Mariano detesta gastar dinheiro e nunca pagou um café a um amigo ou um jantar a uma namorada. Até porque nunca teve uma namorada.

 

nas redes

pesquisar