Perfil

SIC

Dica da Lé: Quiche mista com brócolos

Experimente esta apetitosa quiche e delicie-se com a família!

Agora que a Fátima está a trabalhar na livraria, por vezes tenho de tomar as rédeas na cozinha e entre todos os outros a-fazeres do palacete, acabo por não ter muito tempo para cozinhar. Uma receita rápida é sempre uma boa opção, tanto aqui no palacete como na casa de qualquer pessoa que, depois do trabalho, acaba por não ter muito tempo para cozinhar. Experimentei esta quiche mista e foi ótimo! Também é uma excelente opção para festas e reuniões com amigos. A preparação é muito rápida e enquanto está no forno temos tempo para fazer uma série de outras coisas, para além de que é muito saborosa e acho que vocês também vão gostar! 

           

Quiche mista com bróculos

     

Ingredientes*:

1 base de massa quebrada

100gr de fiambre (aos cubos)

100gr de bacon (aos cubos)

100gr de queijo flamengo barra (aos cubos)

Bróculos q.b.

1 copo de leite (médio)

2 ovos

Azeitonas pretas às rodelas a gosto

Queijo Mozzarella ralado light

   

* Se não tiver todos os ingredientes ou algum não for do seu agrado, pode substituir ou tirar, é personalizável, utilize o que mais gostar!

         

Preparação:

Colocar a base de massa quebrada na forma. De seguida, espalhar pela base de massa os cubos de fiambre, bacon e queijo e os bróculos previamente cozidos (não em demasia pois acabam de apurar posteriormente no forno). Adicionar as azeitonas.

Numa tijela à parte bater o leite com os ovos e cobrir a quiche com o preparado. Pré-aquecer o forno a 180º. Por último, cobrir com o queijo mozzarella ralado e vai ao forno.

A quiche cozinha em cerca de 45 minutos (ir vendo com um palito, quando não sair massa agarrada, é sinal que está pronta a tirar).

    

Servir acompanhada com uma salada de alface e tomate.

       

   

Hoje em dia a maneira como utilizamos o nosso tempo é bem diferente de antigamente e isto vem ao encontro do que disse em cima. Se antes a prioridade era a família e tudo o que lhe dizia respeito - como cozinhar para os nossos - hoje, infelizmente, a família fica muitas vezes em segundo plano, dando o primeiro lugar ao trabalho. Os tempos são outros, as necessidades são maiores e as coisas, inevitavelmente mudam, não necessariamente para pior, mas para diferente. Cada vez que penso nisto recordo-me do poema de Camões e por isso, também o partilho convosco:

        

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,

Muda-se o ser, muda-se a confiança:

Todo o mundo é composto de mudança,

Tomando sempre novas qualidades.

 

Continuamente vemos novidades,

Diferentes em tudo da esperança:

Do mal ficam as mágoas na lembrança,

E do bem (se algum houve) as saudades.

 

O tempo cobre o chão de verde manto,

Que já coberto foi de neve fria,

E em mim converte em choro o doce canto.

 

E afora este mudar-se cada dia,

Outra mudança faz de mor espanto,

Que não se muda já como soía.

  

Luís Vaz de Camões, in "Sonetos"

   

nas redes

pesquisar