Perfil

SIC

Alta Definição em Podcast

  • Rui Nabeiro no Alta Definição: “Considero-me um criador de trabalho e de vida”

    Alta Definição em Podcast

    Rui Nabeiro, empresário e fundador da Delta Cafés, é o convidado desta semana de Daniel Oliveira. Diz que tem "pena de ter apenas a quarta classe", mas não esconde a satisfação da sua longa carreira a trabalhar desde muito novo. Criou a Delta para "ser independente", um sonho que cumpriu em 1961, em Campo Maior, levando o café à porta das pessoas. "Anos de sofrimento duro", admite. O Alta Definição foi transmitido a 27 de novembro na SIC

  • Tony Ramos no Alta Definição: “Eu não tenho estigma por fazer telenovelas. Eu sou ator”

    Alta Definição em Podcast

    Tony Ramos não gosta do 'glamour' que diz ter sido inventado pelos americanos. Prefere representar o "humano que gosta de comer" e que não se importa de ir "ficando mais velho". O ator brasileiro, nesta conversa intimista com Daniel Oliveira, revela que ainda sente a presença da sua avó, fala da importância da família e de como foi positivo ter os filhos por perto durante as filmagens das telenovelas. O Alta Definição foi transmitido a 20 de novembro na SIC.

  • Vera Ramos no Alta Definição: “Escolhi muito tarde ser atriz, mas a Alexandra Lencastre sempre disse à minha mãe que eu ia ser atriz”

    Alta Definição em Podcast

    Vera Moura, a atriz que representa a personagem Tânia Patrícia na novela Amor Amor, foi a entrevistada do programa Alta Definição deste sábado, 13 de outubro. Numa conversa intimista com Daniel Oliveira, a jovem atriz de 25 anos deu a conhecer um lado mais íntimo, a infância a representar para os pais, o bullying na adolescência, as relações amorosas e as experiências com as drogas. A determinado momento recordou também os momentos de aflição que se viveram nos bastidores da novela da SIC quando Rogério Samora sofreu uma paragem cardiorrespiratória.

  • Fernando Daniel: “Não é suposto um miúdo de 10 anos ficar sem mãe e sem pai de um momento para o outro”

    Alta Definição em Podcast

    À conversa com Daniel Oliveira, Fernando Daniel lembra como a música sempre foi um escape para si, desde o acidente que quase lhe levou o pai e lhe roubou a infância. "Desde esse dia, o meu pai passou a ser meu pai e meu filho também". Numa infância e adolescência atribuladas, foi a música que o salvou. A entrevista foi transmitida na SIC a 6 de novembro

  • Lilia Cabral lembra a morte do pai: “Tinha que voltar a gravar no dia seguinte. Chorei aquele estágio para nunca mais”

    Alta Definição em Podcast

    À conversa com Daniel Oliveira, a atriz brasileira recorda um início de carreira conturbado, onde teve de contrariar o pai para seguir os seus sonhos. “Como homem, ele olhava as mulher de forma diferente. Não aceitava de jeito nenhum. Depois quando comecei a trabalhar e viu que aquilo que estava a fazer era sério, foi-se envaidecendo.” Um peso que a ajudou a crescer, reconhece. Desde então, foi aplaudida em várias novelas como 'Pedra sobre Pedra', 'Páginas da Vida', 'Chocolates com Pimenta' e 'Fina Estampa', onde contracenou com o ator português Paulo Rocha. “Ele virou meu melhor amigo. É um ator muito bom. Percebi isso na primeira cena.” A entrevista de Lilia Cabral ao Alta Definição foi transmitida na SIC a 15 de julho de 2012

  • Joana Marques sobre o ‘Extremamente Desagradável’: “Percebi que não vale a pena ir à procura de algo inofensivo, porque isso não existe”

    Alta Definição em Podcast

    À conversa com Daniel Oliveira, a humorista fala sobre ‘os limites’ do seu programa das manhãs. Um ‘olhar trocista’, já dizia a sua avó, e uma análise sem maldade, mas que já lhe trouxe alguns dissabores. “Sinto que às vezes o impacto que o ‘Extremamente Desagradável’ tem na pessoa é maior do que aquilo que esperava. É circunstancial, não quer dizer que implico com aquela pessoa. É para rir. Somos todos ridículos.” Uma conversa sobre a carreira, a infância, a família, o amor, a ‘irracionalidade soft’ perante um jogo do FC Porto, os arrependimentos... Um testemunho de vida da humorista mais ‘temida’ do momento. O Alta Definição foi transmitido a 23 de outubro na SIC

  • João de Carvalho recorda a mulher: “Ela faleceu nos meus braços”

    Alta Definição em Podcast

    Deu os primeiros passos no mundo da representação com apenas 4 anos de idade. Estreou-se em televisão “Na Noite de Teatro”, da RTP, e aos 7 anos fez o seu primeiro telefilme ao lado do pai, Ruy de Carvalho. Hoje, aos 66 anos, João de Carvalho dá vida a Moisés Folgado em 'A Serra', na SIC. Num testemunho único e sincero, o ator recorda momentos difíceis após a morte da mulher, onde só o amor foi capaz de o libertar e voltar a encontrar a felicidade. Conduzida por Daniel Oliveira, a entrevista foi emitida na SIC a 16 de outubro

  • Lourenço Ortigão: “O Pedro [Lima] ligou-me três dias antes só para falar. E às vezes penso: 'será que eu podia ter mudado alguma coisa?'”

    Alta Definição em Podcast

    O ator de 32 anos fala sobre os vários desportos que gosta de praticar, a relação com a atriz Kelly Bailey, os laços com a família, as melhores memórias que guarda, mas também as mais dolorosas, nomeadamente a morte dos atores e amigos Filipe Duarte e Pedro Lima. Lourenço Ortigão deu esta entrevista intimista a Daniel Oliveira no Alta Definição emitido a 9 de outubro na SIC

  • Clara de Sousa: “Quando uma notícia ajuda algo ou alguém, é o nosso maior sucesso”

    Alta Definição em Podcast

    Diz nunca ter projetado grande coisa na vida e tampouco se imaginou a ocupar determinados palcos na vida: “Foi tudo acontecendo”, refere Clara de Sousa, em entrevista ao Alta Definição. A jornalista e pivot do Jornal da Noite da SIC assume que a maior parte do seu sucesso se fica a dever sobretudo à “transpiração e não tanto à inspiração”. Assumidamente mais racional que intuitiva, Clara afirma nunca ter deixado de ser a mulher “descontraída que gosta de andar de ténis ou apenas a amiga que gosta de estar em casa a cozinhar”. A entrevista foi emitida na SIC a 2 de outubro

  • Francisco Pinto Balsemão: “Há pessoas que me falharam da maneira mais inacreditável e inesperada. E isso não foi azar”

    Alta Definição em Podcast

    Na casa onde guarda todas as memórias, onde cresceu com a exigência de ser o melhor, onde perdeu os pais e criou os filhos, Francisco Pinto Balsemão deixa-se entrevistar por Daniel Oliveira no Alta Definição. Numa altura em que lança também o seu livro de memórias, lembra os momentos-chave da sua vida, a relação que mantém com os filhos e os netos, com quem é "fácil despir-se da formalidade", a perda inesperada da mãe, a relação com a fé e as pessoas que lhe "falharam da maneira mais inacreditável e inesperada". Aos 84 anos, o ex-Primeiro-Ministro e fundador do Expresso e da SIC continua a tocar bateria, não quer saber da saúde e faz o balanço entre o mundo que encontrou e o que deixa para trás. A entrevista foi emitida na SIC a 25 de setembro

nas redes

pesquisar