Perfil

SIC

Resumo: 200º Episódio - 19 de junho (sexta-feira)

Nazaré e Bernardo descobrem quem é que matou Félix!

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Na Quinta, Bárbara chega e atira com os documentos para perto de Duarte. O marido diz-lhe que não precisava de ter saído tão tarde para os ir buscar mas Bárbara, magoada, diz a Duarte que lhe quer provar que o ama e que faz tudo por ele.

Laura e Cris vão a casa de Verónica e pedem para ver Yara. Verónica, na sua postura habitual, começa a tentar escapar com a bebé para que eles não a vejam mas Érica “arranca” a filha dos braços da mãe e deixa que Cris lhe pegue ao colo.

Glória acaba de chegar a casa do restaurante estafada, depois de um dia de trabalho. Qual não é a sua surpresa quando encontra Ismael e os filhos. Toni e Matias dizem à mãe que aceitam a sua relação com o Ismael, mas com regras.

Duarte, já mais calmo, fala seriamente com Bárbara e pede-lhe que lhe dê razões para confiar nela pois, quando estiver preso, será Bárbara a dirigir a empresa. Bárbara fica surpreendida com a proposta e garante a Duarte que não irá preso.

No Mercado, Glória comenta com Dolores que não vai ceder e não pensa vender a sua banca. De repente, é surpreendida por um ramo de flores enviado por Ismael.

Mais tarde, Verónica vai ter com Duarte à Quinta e tenta persuadi-lo a vender-lhe a empresa. Duarte não cede e diz que nunca lhe vai dar esse gosto. Verónica, com desprezo, diz-lhe que se quer continuar a deixar a mulher afundar a empresa é com ele e que terá de arcar com as consequências.

Bárbara encontra-se com Toni, em sua casa, e entrega-lhe o frasco para a recolha. Toni diz a Bárbara que está disposto a ajudá-la, mas só pelo dobro do dinheiro que ela lhe oferece.

Glória lê o bilhete e Nazaré, que estava perto dela, repara na falha de impressão semelhante aos bilhetes que Laura lhe entregou. Nazaré pede a Glória que lhe mostre os restantes bilhetes que tem de Ismael, e visivelmente nervosa, sai a correr enquanto liga a Bernardo.

Nazaré e Bernardo vão ao encontro de Ismael, ao Lar, e confrontam-no com as falhas de impressão nos bilhetes que ele envia a Glória e nos bilhetes anónimos que envia para a polícia. Ismael ainda tenta contrariá-los, mas acaba por admitir que foi ele o responsável pela morte de Félix.

nas redes

pesquisar