Perfil

SIC

Resumo: 177º Episódio - 19 de maio (terça-feira)

Bernardo rouba o contrato de compra e venda da Atlântida à mãe!

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Bárbara vai a casa de Verónica e começa a ofendê-la dizendo que a odeia. Verónica, com o seu ar altivo, é irónica e diz-lhe que compreende que agora está casada com um homem pobre e que isso é uma frustração para ela. Bárbara, fora de si, diz a Verónica que ama Duarte e que juntos vão acabar com ela. A discussão só termina quando Érica aparece e pede que parem imediatamente antes que acordem Yara.

Na Quinta, Isabel comunica a Bárbara e Duarte que Verónica vai comprar a Atlântida a menos que Duarte tenha dois milhões para devolver a Isabel e anular o contrato de compra e venda. Duarte tenta convencer Isabel de que Verónica é uma mentirosa e manipuladora, mas sem grande efeito.

Bernardo vai ter com Verónica enquanto esta toma o pequeno-almoço e pergunta sobre a sua pulseira de ouro de quando era bebé. Verónica diz-lhe que está no cofre e o filho pede-lhe que a vá buscar pois quer oferecê-la à sobrinha. Verónica diz que depois trata disso, mas Bernardo é insistente pois quer que a mãe vá abrir o cofre.

Ainda na Quinta, Duarte desafia Isabel a investir na Atlântida ao invés de a vender a Verónica, mas Isabel não aceita. Isabel diz que volta nessa tarde para assinarem a escritura, mas Duarte diz que não vai assinar nada e que a vai convencer a mudar de ideias. Quando Isabel sai, Duarte diz a Bárbara que vai por a Quinta à venda pois é a única saída que tem.

Verónica está a abrir o cofre, sob o olhar atento de Bernardo, mas só marca quatro dos seis dígitos pois é interrompida por alguém que toca à campainha. Isabel vem contar a Verónica que Duarte tentou dar a volta ao negócio e oferecer-lhe uma parte da empresa. Isabel tem receio que Duarte tenha algum truque na manga, mas Verónica desvaloriza e não se sente minimamente ameaçada.

Bernardo liga a Nazaré e diz-lhe que só conseguiu ver quatro números do cofre. Os dois debatem as possibilidades que têm, quando Bernardo interrompe a conversa dizendo que vai pensar, mas que tem de pedir ajuda a Érica. Bernardo e a irmã estão junto ao cofre, Érica vigia enquanto Bernardo testa duas combinações que dão errado. Bernardo concentra-se e tenta uma última vez.

Verónica desce à sala quando se apercebe que o quadro que cobre o cofre está torto. Quando abre o cofre percebe que o contrato não está lá e grita de raiva.

Na Quinta, Duarte está cabisbaixo a ver uma notícia antiga sobre a Atlântida quando é interrompido por Bernardo e Nazaré que aparecem com o contrato. Duarte rasga-o enquanto se ri de felicidade e todos se abraçam por terem conseguido vencer mais esta batalha.

Bárbara chega à Quinta e fica com ciúmes por ver Nazaré. De repente, de um grito só, todos se viram e é Verónica quem chega a acusar Bernardo de a ter roubado. Duarte protege o primo e diz a Verónica para aceitar que está feito e que a empresa será dele.

nas redes

pesquisar