SIC

Resumo: 127º Episódio - 10 de março (terça-feira)

Érica agarra na filha e sai de casa!

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Bernardo vai até ao local onde Félix e Cláudia tiveram o acidente e vê Joaquim a conversar com o pastor que diz ter ouvido o embate.

Na quinta, Joaquim fala com Duarte e conta-lhe que havia outro carro na estrada no dia do acidente e que, pelo que se percebe, este acontecimento foi premeditado e o outro carro deveria ser do assassino. Duarte diz-lhe que existir outro carro na estrada não prova nada. Joaquim confessa que o pastor ouviu três batidas, mas não viu ninguém e, por isso, não quis falar com a polícia. Duarte está determinado a investigar.

Bernardo fala com Duarte sobre o pastor. Duarte já tinha essas informações pois Joaquim contou-lhe da conversa. Bernardo diz ao primo que nada fará enquanto não existirem provas irrefutáveis contra Verónica, mas pede-lhe para fazer parte da investigação junto dele e Joaquim.

Verónica quer levar a bebé Yara ao pediatra, mas Cris não permite e diz que é pai e que é ele que vai levar a filha ao médico.

Na prisão, a companheira de cela de Nazaré pergunta-lhe porque foi presa. Nazaré diz-lhe que não fez nada e que está apenas de preventiva. Olga olha-a e diz-lhe que se vão repartir cela é bom que Nazaré esteja do lado dela.

Joaquim encontra-se com a secretária Maria no bar do Hotel. Maria lembra-se que no dia da morte de Félix, Verónica lhe pediu para alugar um carro pois o dela tinha ido para a oficina.

No bar do Hotel, Ana fala com Pipo que lhe confessa que não devia ter falsificado as análises e que não está preparado para enfrentar o seu problema. Ana, compreensiva, pede-lhe que vá ao médico e que não a afaste pois quer ajudá-lo a ultrapassar isto.

De volta ao hotel, Cris conta à família que não é fácil enfrentar Verónica, mas que acha que a conseguiu pôr no lugar e o mais importante é que está tudo bem com a bebé.

Na casa Félix, Érica e Verónica discutem depois do que se passou e Érica diz à mãe que não tem direito de tomar decisões sem o seu consentimento em relação à forma como cria a filha. Verónica, de cabeça perdida, diz à filha que é ela que manda enquanto Érica e Yara viverem debaixo do seu teto. Érica, já sem paciência, pega nas suas coisas e na filha e sai de casa.

Em casa dos Soares, Érica não para de chorar enquanto conta a Luís a discussão que teve com a mãe. Dolores tenta acalmar a jovem e pega na bebé. Érica pede-lhes que a deixem passar ali a noite.

Na Quinta, Duarte chama Bárbara para jantar, mas esta recusa-se. Cansado da sua atitude, Duarte diz que vai começar a dormir noutro quarto.

nas redes

pesquisar