SIC

Resumo: 178º Episódio - 20 de maio (quarta-feira)

Duarte oferece um presente especial a Nazaré.

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Verónica conta a Isabel do plano de Bernardo para ajudar Duarte mas diz que está determinada a não os deixar ganhar. Isabel comenta que deviam ir à bruxa quando Verónica, de repente, vê o casaco de Luís pendurado e corre para o quarto de Érica. Verónica dá com a filha e Luís a dormirem agarrados. Verónica agarra no braço de Luís com força, magoando-o, e avisa-o que o quer longe da sua filha e da sua neta.

Bárbara aproxima-se de Duarte, quer fazê-lo esquecer os problemas, mas Duarte afasta-a e só consegue pensar em Nazaré.

Em casa de Nazaré, Toni refila e diz que está farto que Nazaré não consiga desligar de Duarte. A jovem explica que prometeu que ia ajudá-lo e é isso que está a fazer.

Matias está com Carol em casa enquanto Sofia foi a uma entrevista de emprego. Carol declara-se a Matias e acaba por beijá-lo. Matias, apanhado de surpresa, explica que gosta muito dela mas como se fosse sua sobrinha. Carol fica muito envergonhada e implora a Matias que não conte nada do que se passou a Sofia.

No Mercado, Glória fala com Dolores e diz à amiga que está preocupada com Ismael. Depois daquilo que Matias e Toni lhe fizeram, ela teme que Ismael deixe de cantar. Dolores pergunta à amiga se era ele de quem Glória falava tanto e andava tão embeiçada. Glória desconversa e diz para irem falar com os jornalistas sobre o calendário. Já durante a entrevista, Dolores e Glória dizem que as receitas do calendário ainda não são suficientes para fazer frente a Isabel. Matias e Toni, numa tentativa desesperada de aparecerem, despem as camisolas e colocam-se à frente das câmaras a promover o Mercado.

Glória vai ao encontro de Ismael ao Lar. Ismael diz-lhe que a sua carreira acabou pois só conseguia cantar de máscara e não vai voltar a fazê-lo. Glória não sabe como vai conseguir viver sem a voz dele. A conversa dos dois é interrompida por Floriano que vai chamar Ismael avisando que Isabel está a chegar.

Isabel chega e, já com todos nas suas posições, Ermelinda começa a falar como se fosse a sua avó. Isabel acredita, ao início, mas depois percebe que tudo não passa de uma brincadeira de mau gosto de todos para a enganar. Isabel olha-os, irritada, e diz que vai apressar as transferências.

Nazaré vai à Quinta, a pedido de Duarte, que lhe oferece uma cana de pesca com o intuito de lhe agradecer toda a ajuda que lhe deu na questão com a venda da Atlântida. Olham-se apaixonados e Nazaré fica extremamente nervosa.

No Mercado, Toni mete-se com Bárbara, que está a tomar conta da banca da mãe, e diz-lhe que ela nunca chegará aos calcanhares de Nazaré. Bárbara, de repente, diz-lhe que dê um olho na banca dela e sai apressada.

nas redes

pesquisar