SIC

Perfil

ESTREIA DIA 9 DE SETEMBRO

Resumo: 2º Episódio - 10 de setembro (terça-feira)

Heitor acusa Nazaré de assaltar a casa da família Blanco

a__bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

No cemitério, Duarte conta que foi dado como morto porque um rapaz tinha os seus documentos. Bárbara abraça-o, mas ele vai atrás de Nazaré. Estão os dois emocionados, mas quando Bárbara aparece, Nazaré vai embora.

Aproveitando que estão todos no funeral, Toni rouba a casa de Félix, incluindo uma foto da família. Quando regressam a casa, apercebem-se do assalto.

Arrependida do assalto, Nazaré vai ao porto procurar trabalho quando Josué lhe diz que não pode continuar a pescar, porque os homens acham que ela dá azar e a jovem fica furiosa.

Em casa, Félix sonda Duarte, mas ele não se lembra de nada do que aconteceu. Tenta perceber quem é Nazaré e Duarte diz-lhe que ela lhe salvou a vida.

Laura e Ana desesperam, sem notícias de Gonçalo e Cris.

Num casebre, da mata, Gonçalo e Cris estão em muito mau estado. Gonçalo acorda e pede ajuda a Cris, mas o filho está a ressacar e não lhe dá atenção e Gonçalo volta a perder os sentidos. Mais tarde, Cris ouve Luís lá fora e consegue pedir ajuda. Os bombeiros e Laura são chamados e seguem para o hospital. Gonçalo está muito mal.

Félix está furioso porque Heitor não soube fazer o que lhe foi encomendado e que o que os safou foi Duarte não se lembrar de nada, mas quer que o capanga descubra o que Nazaré sabe.

Em casa de Toni, Nazaré percebe que o namorado assaltou a casa dos Blanco, furiosa, diz que tem que ir devolver tudo.

De mota, com a mochila com os objetos roubados, Nazaré é intercetada por Heitor e deixa cair a mochila. Ao ver os objetos, Heitor acusa-a de ter roubado a casa dos Blanco. Nazaré foge.

Quando chega a casa, Nazaré é surpreendida pela presença de Félix, com a mochila e os objetos roubados por Toni.

Em Barcelona, Joaquim gela, ao ver uma notícia sobre os incêndios em Portugal e uma fotografia de António a dar conta da sua morte.

Nazaré garante a Félix que não roubou nada e que estava a ir devolver a mochila. Félix diz que acredita nela e que lhe quer oferecer emprego. Matilde ouve e fica radiante pela filha.

Nazaré vai a casa de Duarte agradecer o emprego na Atlântida, o rapaz é apanhado de surpresa, mas aproveita-se da situação, fingindo que foi ele o responsável.

Verónica fica incrédula por saber que Nazaré vai começar a trabalhar na Atlântida, mas Félix tranquiliza-a e explica-lhe que quer que o sobrinho se apaixone e vá atrás da amada para Londres.

Toni não fica nada satisfeito por Nazaré ir para a Atlântida, mas Nazaré está tão feliz que se oferece para ajudar na banca da feira. Ao ver Nazaré apregoar aos fregueses, Matias ri-se e Glória, percebendo que o filho tem um fraquinho pela namorada do irmão, diz-lhe que tem que disfarçar melhor.

Ana culpa Cris pelo estado do pai e ele garante que desta vez vai mesmo curar-se.

Duarte vai ter com Nazaré e desabafa sobre a última conversa que teve com o pai, que não lhe sai da cabeça. Ela, sem papas na língua, diz-lhe que se quer ser um homem, tem de trabalhar para isso.

Durante a festa no bar na praia, Zeca e Pedro fazem amonas a Pipo dentro de água e ao verem Ana e Érica, fogem. As duas raparigas ouvem alguém a tossir ao longe e correm para ver quem é, ao verem Pipo sair da água de gatas, elas estranham, mas ele sai de lá a correr.

Félix sonha que o irmão o está a queimar vivo. Acorda aflito e Verónica fá-lo prometer que vai ser forte.

nas redes

pesquisar