Perfil

SIC

Nascer no corpo errado: "O bullying não me magoava, o que me magoava mesmo era a humilhação pública"

Filipa Gonçalves esteve à conversa com Júlia Pinheiro e relata a sua dura batalha para ser mulher. Um processo que durou 7 anos. A modelo confessa que desde os 5 anos já sabia que vivia num corpo errado. “Em todos os desenhos... Desenhava-me com uma rapariga loira. Sentia-me uma menina." Recorda ainda que, várias vezes, pedia para sair da aula para ir para a casa de banho das meninas chorar e que se automutilou dos 7 anos 13 anos. "Para me impedir de estar ali naquele sofrimento. Queria ser invisível"

nas redes

pesquisar