Perfil

SIC

Médicos terão dito que Gustavo não voltaria a andar: "Não aceitamos! Não podem condenar uma criança de oito anos logo!"

O filho de Diana Oliveira foi diagnosticado com enfarte medular. Trata-se de uma doença muito rara e Gustavo poderá ser caso único em Portugal. "Disseram que iam ajudá-lo a andar na cadeira de rodas e a fazer vida na cadeira de rodas", diz esta mãe, que sentiu que os médicos desistiram um bocadinho do caso do filho.

que o expetável no caso do gustavo era que não voltasse mais a andar e que iam ajudá-lo nesse sentido: a andar na cadeira de rodas e a fazer vida na cadeira de rodas

nas redes

pesquisar