Perfil

SIC

Carlos Ramos foi um dos sobreviventes do pior acidente ferroviário de sempre em Portugal: "Ainda hoje vivo esse dia trágico..."

Emocionado, Carlos recorda o momento da colisão dos comboios, em que ficou com 70% do seu corpo queimado e foi sujeito a 31 cirurgias: "O acidente ocorreu, eu fui cuspido para o fundo do corredor. Entretanto saí cá para fora (...) e ouvia-se gritos, choros inconfundiveis. É impossível dizer por palavras aquilo que nós ouvíamos naquele momento."

nas redes

pesquisar