Perfil

SIC

Viver com a doença dos ossos de vidro - "Que eu me lembre, praticamente sempre que caí fraturei"

Tânia Esteves tinha apenas quatro meses quando fraturou o fémur no banho. Já Rita Santos herdou a doença do pai e já fez mais de 40 fraturas. "Como a doença não era conhecida achavam que os meus pais me davam maus tratos", conta.

nas redes

pesquisar