Perfil

SIC

Novas doenças nas prioridades para a vacinação contra a covid-19

Maiores de 60 anos serão vacinadas até ao final de maio, avançou a ministra da Saúde.

As pessoas maiores de 60 anos serão vacinadas até ao final de maio e passam a ser prioritários na vacinação contra a covid-19 as pessoas com doença oncológica ativa, doenças neurológicas e mentais, com grande obesidade e os imunossupremidas.

"Estimamos que até ao final de maio ou na terceira semana de maio, todas as pessoas com mais de 60 anos tenham pelo menos uma dose" da vacina contra a covid-19, anunciou hoje a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa onde foi feito o balanço dos 120 dias do plano de vacinação.

A Diretora Geral da Saúde, Graça Freitas adiantou que nesta fase da vacinação serão incluídos, nos grupos prioritários as pessoas com doença oncológica ativa (a fazer quimioterapia ou radioterapia), pessoas com situação de transplantação, pessoas com imunossupressão, doenças neurológicas, doença mental (esquizofrenia), obesidade (acima dos 35% de massa corporal) e diabéticos.

Portugal mantém a administração da vacina da Janssen/Johnson & Johnson. Tal como acontece com a da AstraZeneca, ambas as vacinas estão em contínua avaliação e novos dados serão anunciados na sexta-feira.

Após o regulador europeu reiterar a confiança na vacina, com a ressalva para a "possível" ligação com a formação de coágulos no sangue, cabe agora aos vários países definir as recomendações para a administração da vacina da Johnson & Johnson.

Salientando o risco/benefício, que "permanece positivo", e os efeitos secundários raros, as autoridade de saúde portuguesas mantêm a utilização das duas vacinas, avançou a ministra da Saúde.

"Em relação à Janssen/Johnson&Johnson, vamos analisar os documentos da EMA e adaptar à realidade nacional", refere Marta Temido. "Neste momento não há qualquer restrição para o grupo etário dos 70 anos", explica.

Esta sexta-feira serão fornecidas novas informações sobre esta vacina, nomeadamente sobre ser existirão restrições de acordo com a faixa etária.

nas redes

pesquisar