Perfil

SIC

Portugal regista mais 76 mortes e 1.570 novos casos de covid-19

Os últimos dados da DGS.

Portugal regista este sábado mais 76 mortes e 1.570 novos casos de covid-19, segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza um total de 15.897 óbitos e 796.339 contágios pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando este sábado ativos 83.526 casos, menos 3.556 em relação a sexta-feira.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas em enfermaria 3.284 pessoas, menos 300 que no dia anterior, e 656 em cuidados intensivos, menos 13 face ao dia anterior.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 92.314 contactos, menos 7.968.

Os dados deste sábado revelam ainda que mais 5.050 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 696.916 o número de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Em atualização.

Plano de Vacinação: 90% das doses para mais vulneráveis e 10% para os restantes grupos

O coordenador da task-force garante que o plano nacional de vacinação se mantém inalterado. Gouveia e Melo desmente que tenha havido mudanças por causa dos atrasos na chegadas das vacinas.

O ritmo de vacinação vai sendo ajustado às quantidades de vacinas que chegam a Portugal. A task-force do Plano de Vacinação reconhece limitações, mas garante que as metas do plano estão em curso.

O coordenador vice-almirante Gouveia e Melo revela que 90% das vacinas vão para pessoas com mais de 80 anos e para os mais vulneráveis, com idade superior a 50 e com doenças consideradas de risco.

Os restantes 10% destinam-se a grupos previstos na primeira fase, como os profissionais de saúde, Forças Armadas, forças de segurança e bombeiros.

A divulgação desta percentagem foi alvo de crítica de alguns sindicados ligados às forças de segurança. No entanto, a coordenação da task-force insiste que não houve alterações ao planeado para a primeira fase e refere que eventuais atrasos acontecem apenas devido à diminuição do stock de vacinas.

Esta sexta-feira, Portugal recebeu um lote de 93 mil doses da AstraZeneca, o que garante apenas um terço da quantidade prevista para o primeiro trimestre.

Estava previsto que até março chegassem a Portugal 4,4 milhões de doses, mas, até agora, só estão garantidas 2,2 milhões.

LINKS ÚTEIS

MAPA COM OS CASOS A NÍVEL GLOBAL

nas redes

pesquisar