Perfil

SIC

Portugal regista novo máximo diário de mortes por covid-19

Maiss 234 mortes e 13.987 casos de covid-19 nas últimas 24 horas .

Portugal registou esta sexta-feira mais 234 mortes por covid-19 - um novo máximo diário - e 13.987 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o relatório de situação da Direção-Geral da Saúde.

Desde o início da pandemia, Portugal contabiliza 9.920 mortes e 609.136 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, estando esta sexta-feira ativos mais 6.434 casos em relação a ontem, totalizando 157.660 casos - o número mais alto de sempre.

Quanto aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 5.779 doentes, mais 149 em relação a quinta-feira, dos quais 715 em cuidados intensivos, mais 13 - valores que também representam novos máximos desde o início da pandemia.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 200.730 contactos, mais 7.830 relativamente a ontem.

O boletim revela ainda que foram dados como recuperados mais 7.319 doentes. Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram 441.556 pessoas.

Proibido circular entre concelhos a partir das 20:00 e até segunda-feira

No âmbito da modificação do estado de emergência, o Governo determinou um conjunto de medidas extraordinárias que vão vigorar até às 23:59 de 30 de janeiro.

A proibição de circulação entre concelhos volta a aplicar-se entre as 20:00 desta sexta-feira e as 05:00 de segunda-feira no território continental, com algumas exceções previstas, entre as quais votar nas eleições presidenciais de domingo.

A medida, integrada no combate à pandemia de covid-19, foi definida pelo Conselho de Ministros, a par de outras restrições relativamente ao confinamento iniciado na semana passada, como:

  • proibição de vendas ou entregas ao postigo em qualquer estabelecimento do ramo não-alimentar
  • proibição de venda ou entrega ao postigo de qualquer bebida mesmo nos estabelecimentos autorizados ao 'take-away'
  • proibição de permanência em espaços públicos de lazer (que podem, contudo, ser frequentados).

À semelhança do que já aconteceu em outros períodos durante o estado de emergência, como a Páscoa ou o passagem do ano, o Governo decidiu voltar a restringir a circulação entre os 278 concelhos do continente ao fim de semana.

Atividade letiva está suspensa em todos os níveis de ensino

A partir de hoje, por duas semanas, a atividade letiva está suspensa, incluindo em creches e universidades.

O primeiro-ministro garantiu apoios às famílias com filhos até aos 12 anos e estabelecimentos de acolhimento para os filhos dos profissionais que sejam obrigados a trabalhar. A evolução da nova variante britânica determinou a decisão do Governo.

Aumentam os internamentos e as estruturas de apoio

A Grande Lisboa é uma das regiões mais pressionadas pelo aumento de casos de covid-19. O Governo alargou as valências das Estruturas de Apoio de Retaguarda à covid-19 e permite que passem a receber também doentes não covid em convalescença.

Lisboa (quase) deserta no segundo confinamento geral

Pandemia já matou pelo menos 2.092.736 pessoas no mundo

O novo coronavírus já provocou pelo menos 2.092.736 mortes e infetou mais de 97.457.370 pessoas no mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias AFP a partir de fontes oficiais até às 11:00.

Pelo menos 59.236.900 pessoas já foram consideradas curadas.

Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus últimos levantamentos são os Estados Unidos com 4.045 novas mortes, o Reino Unido (2.539) e o México (1.803).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 410.378 mortes para 24.632.468 casos, de acordo com o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 214.147 mortes e 8.697.368 casos, a Índia com 153.032 óbitos (10.625.428 casos), o México com 146.174 mortes (1.711.283 casos) e o Reino Unido com 95.829 óbitos (3.543.646 casos).

A Europa totalizou até às 11:00 de hoje 687.031 mortes para 31.529.013 casos, a América Latina e Caraíbas 564.379 óbitos (17.840.992 casos), os Estados Unidos e Canadá 428.956 mortes (25.362.418 casos), a Ásia 233.763 óbitos (14.817.804 casos), o Médio Oriente 94.852 mortes (4.409.626 casos), a África 82.810 óbitos (3.365.924 casos) e a Oceânia 945 mortes (31.600 casos).

Links úteis

Mapa com os casos a nível global

nas redes

pesquisar