Perfil

SIC

Resumo: 4º Episódio - 25 de fevereiro (quinta-feira)

Silvério aparece no funeral do filho.

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Domingos ralha com Rosalinda, diz para não repetir o que disse ou ficam sem a filha. Rosalinda receia que as parecenças físicas entre Leonor e Tomás se tornem evidentes, ou que Dulce volte. Domingos diz que os pais são aqueles que criam. A menina está bem e ninguém vai tirar-lhes a filha.

Fausto mostra a nova padaria a Guilherme. Fátima entra e pede ajuda ao primo, precisa de um contacto num banco por causa dos créditos que o pai contraiu. Como fiadora tem de resolver o problema. Fausto diz que Guilherme é advogado, pode ajudar. Guilherme fica logo à vontade com Fátima, e diz que a primeira coisa que ela deve fazer é renegociar o crédito com o banco.

Gustavo e Tomás têm algo planeado. Aida vem da horta e está preocupada com os filhos. Comenta com Tomás que Gustavo parece um muro desde que esteve preso e tem andado estranho. Diz a Tomás que não o sente feliz e vinha tão decidido a terminar com Mariana e agora está de casamento marcado. Tomás desvia a conversa e diz que quer acompanhar a mãe ao funeral de Artur, quando esta diz que vai por ele ser sobrinho de Elvira, uma das funcionárias da queijaria.

Carminho continua em negação. Chama casebre à casa que Fernando cedeu gratuitamente. Pensa que é a casa de Guida. Salvador não tem paciência para as frescuras da mãe e vai para a padaria trabalhar. Manel continua a dizer que vai ficar tudo bem quando o vereador aprovar a licença para o projeto do terreno, vai render milhões. Carminho toma calmantes.

Guida delicia-se com a última fatia de pão do cesto que Salvador entregou a Jacinta. É apanhada por Jacinta, que faz que não sabe de nada quando Sãozinha diz que Guida é uma traidora. Tozé diz que os gritos dela ouvem-se na rua e não quer meter-se na conversa. Guida diz que limitou-se a comer para não se estragar. O cesto já estava lá em casa. Sãozinha fica a pensar quem será o(a) traidor(a) na família.

Depois de levar as ovelhas a pastar, Simão entrega-as a Fátima. Esta leva-as para o ovil e vê Guilherme distraído por ali à procura de rede. Aproveita para agradecer a ajuda e diz que já marcou reunião com o gestor do banco para renegociar o crédito. Pergunta se ele tem tempo para lhe pedir ajuda com outra situação. Ele acede de bom grado.

Guilherme olha Fátima com empatia depois de a ouvir explicar tudo o que se passou com Silvério. Ele vai tratar de obter uma autorização para Silvério assistir ao enterro do filho e uma procuração para Fátima gerir a empresa do pai. Fátima não sabe como agradecer-lhe.

Leonor conta à mãe que o Tomás é muito simpático, comprou-lhe todas as rifas do rancho. Rosalinda diz que não a quer a falar com estranhos. Leonor pede um telemóvel para assim saberem onde ela está. Domingos diz que vai pensar, os telemóveis são muito caros. Rosalinda fica apreensiva.

No quarto do hotel, Mariana seduz Tomás, mas este esquiva-se. Mariana estranha a distância, pergunta se tem a ver com o irmão e volta a dizer que Tomás devia aceitar a oferta de emprego. Diz que tem havido reclamações dos clientes e assim ele ficava a controlar o trabalho do irmão e ele não é despedido. Tomás não gosta da ideia de chefiar o irmão.

Guida e Fátima conversam sobre Tomás casar com Mariana. Guida diz que o peso dos negócios também conta. Acha que a história de amor deles é como nos filmes. Fátima acha que ele quer dar-lhe a volta e ficar com as duas.

Tomás diz a Carlota que não sabe se vai ficar a viver na serra por isso não sabe se aceita a proposta de emprego. Carlota fica irritada com a possibilidade dele levar a filha para Chamonix ou para a Argentina. Recebe uma chamada de Nicolau e fica a saber que a cunhada Carminho está no lounge a fazer um escândalo.

Carminho dispara contra todos. Manel pede a Carlota para dormirem uma noite no hotel pela Carminho. Carlota acha que eles abusam, já faz caridade em deixá-los viver na casa sem pagar renda. Carlota recebe uma chamada e sai, mas esquece-se do telemóvel.

Nicolau apanha Tomás a ver o telemóvel de Carlota mas este não encontra as imagens. Nicolau tem medo de ser descoberto.

Fausto quer comprar a farinha a Fátima. Salvador acha que devem esperar mais uns tempos até as pessoas se habituarem ao pão deles. Salvador conta que foi a casa de Sãozinha entregar um cesto de pão cordial, que Jacinta lhe abriu a porta em toalha e que gostou do que viu. Fausto goza com ele mas diz para ele ir com tudo.

Ivone vem do velório de Artur e visita Lena, comenta que a mãe lhe arranjou um consultório. Ela nem sabe se pode exercer, decorre um inquérito por negligência médica. Lena diz que foram tempos duros para ela, estava com um esgotamento com a morte do pai, isso terá peso na decisão da ordem dos médicos. Ivone, insegura, desabafa que não sabe se quer continuar a ser médica.

Nicolau entrega o telemóvel a Carlota. Esta estranha mas diz que a cunhada lhe enche a cabeça e deixou-o perdido. Não desconfia de nada. Pede a Nicolau para anotar todos os pedidos de Carminho e Manel, serão todos faturados.

Tomás conta ao irmão que não encontrou nada no telemóvel de Carlota. Gustavo diz que ela tem um cofre no escritório, mas Tomás diz que não vai arrombar um cofre. Gustavo lembra Tomás que ele tem uma divida com ele, salvou-lhe a vida nos Alpes. Tomás diz que sim, mas a chantagem tem de acabar. Não quer casar com Mariana.

No funeral de Artur, Anabela pergunta diretamente a Fátima se ela e Tomás são namorados. Fátima e Tomás trocam olhares. Aida percebe a tensão entre eles. Tomás pergunta a Fátima como ela está e ela afasta-o, diz que não percebe o que ele está ali a fazer se nem conhecia o irmão. Ele diz que mantém tudo o que disse no dia anterior, mas ela vira costas. Mariana observa a cena. Rosalinda esquiva-se a assistir ao enterro quando vê Tomás. Elvira estranha a falta dela.

Silvério aparece no funeral. Fátima fica emocionada. Ele diz que foi um tal Guilherme que conseguiu que ele viesse.

Sebastião e Guilherme discutem. Sebastião diz que os Pereira Espinho são seus clientes e interpuseram uma ação cível contra Silvério e ele foi ajudá-lo. Guilherme diz que é um direito dele assistir ao funeral do filho. Sebastião ameaça que ele nem pense em defender Silvério. Guilherme vira costas ao pai sem paciência para a falta de empatia dele.

O funeral terminou e Fátima está a despedir-se do irmão. Mariana aproxima-se, quer saber porque é que ela e Tomás conversavam. Fátima diz para ela perguntar ao noivo e afasta-se. Mariana fica nervosa com a insinuação.

Vitória é a primeira cliente da padaria. Comentam sobre a falência dos pais de Salvador. Ela diz que pode ajudar mas Salvador diz que eles têm de aprender. Entretanto no hotel, Carminho delicia-se com um brunch e champanhe. Diz a Manel que à tarde vai ao SPA. Manel alerta Carminho, mas esta diz que merece. Ele, submisso, diz que sim e fica encurralado

Fátima conta a Guida que Guilherme ajudou a que o pai estivesse presente no funeral. Carlota dá os sentimentos a Fátima, que a acusa de ter ameaçado o irmão. Diz que Ivone achou estranho o resultado da autópsia e vai saber a verdade.

Tomás segue pela serra de bicicleta. Mariana surge atrás dele e sai do carro. Encara-o, quer saber o que se passa entre ele e Fátima. Ele conta a verdade sobre como a conheceu.

nas redes

pesquisar