Perfil

SIC

Resumo: 3º Episódio - 24 de fevereiro (quarta-feira)

Carlota paga para alterarem o relatório da autópsia de Artur.

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Tomás fica estarrecido ao ver Fátima. Esta está atónita. Mariana pergunta o que está ela ali a fazer e pede para chamar o segurança. Fernando diz que não é preciso tanto. Carlota diz a Fátima para sair, que estão num jantar privado. Fátima recupera o sangue frio e pede a Carlota que retire a queixa contra o pai. Mas esta não cede. Fátima olha para Carlota, Mariana e Tomás e diz que ninguém ali presta e sai. Tomás inventa que se esqueceu de qualquer coisa no carro e sai também.

Fátima caminha apressada, desiludida, a tentar engolir o choro. Tomás pede desculpa, mas Fátima diz que ele é um mentiroso. Não passou tudo da despedida de solteiro dele. Carlota aparece e pergunta o que se passa. Tomás diz que na vida dele manda ele e se aceitou casar com Mariana não lhe deve mais satisfações. Tira umas flores de uma jarra do lounge do hotel para dar a Mariana e volta para dentro. Carlota fica desconfiada.

Ivone está chateada com Elvira porque esta gastou todas as suas poupanças a montar um consultório para ela. Ivone acha que a irmã manda em todos.

Carminho já tomou dois calmantes, enquanto Manel explica que os investimentos feitos na fábrica não correram bem mais o terreno cujo projeto foi embargado. Carminho diz que daquela casa sai direta para o jazigo. Ele que resolva. Não vai para uma casa no meio da aldeia.

Mariana, apaixonada, olha para o anel no dedo e para Tomás. Este não está à vontade. Fernando observa Vitória que percebe e retribui com um sorriso. Carlota faz um brinde à união das famílias.

Domingos diz a Rosalinda que ela não pode ficar a tremer por causa da vinda de Tomás. Ainda deita tudo a perder. Rosalinda está apreensiva, quer perceber o que Tomás veio fazer à aldeia e porque perguntou por Fátima na queijaria.

Tomás acha que devem contratar um bom advogado e contar a verdade. Gustavo diz que não aguenta ser preso de novo e estar longe da serra, diz que o irmão não pode entregá-lo. Tomás lamenta perder a mulher que ama por causa dele.

Fátima trabalha na moagem no moinho quando recebe uma chamada de Valter a dizer que o telemóvel de Artur apareceu.

Sãozinha a Jacinta ficam contentes em saber que Fátima não fornece a farinha dela, moída na pedra, a Fausto para a padaria nova. Lena aparece com dois cestos de pão, e pede para levar menos do que o encomendado porque estão a dar pão lá atrás. Jacinta olha para o pão oferecido e diz que ela tem de pagar o que encomendou. Sãozinha receia que os modos de Jacinta deem cabo do negócio.

Jacinta e Sãozinha criticam os pães da padaria de Fausto. Leonor vende rifas para o rancho e pergunta a Tomás se quer. Domingos percebe que os dois falam e leva a menina. Tomás não percebe a reação.

Fátima pede ajuda ao tio Simão com as ovelhas. Tomás vê a sua carrinha parada e vai ter com Fátima, que não quer falar com ele. Este diz que a noite que passaram juntos foi a melhor da vida dele, mas ela não quer ouvir nada, recebe um telefonema e vai embora.

Ivone entrega os pertences de Artur a Fátima. Diz que o corpo vai ser levantado à tarde para o velório. Fátima não acredita que o resultado da autópsia seja asfixia por inalação de monóxido de carbono, mas admite que achou estranho porque ele não tinha sinais típicos de morte por essa causa. Fátima diz que teve acesso ao telemóvel do irmão e estava limpo, sem mensagens, nem chamadas ou impressões digitais. Conta que Valter não sabia explicar o porquê, mas ela está decidida a encontrar a verdade.

Gustavo pressiona Carlota a dar-lhe as imagens, diz que ela não pode obrigar o irmão a casar. Quase dá um soco na cara de Carlota, que sente receio encostada à parede. Gustavo acha que o resultado da autópsia vai provar que a morte de Artur foi homicídio, mas Carlota garante que pagou para alterarem o relatório da morte por asfixia natural. Diz a Gustavo que ele só tem de estar calado.

Aida vai ao burel e comenta com Rosalinda que Tomás vai casar com Mariana. Diz que pode ser que ele se fixe ali. Rosalinda fica transtornada.

Jacinta está a tomar banho e fica sem gás. Chama por Tozé mas este não está. Enquanto troca ela a bilha de gás, Salvador bate à porta e acaba por abrir a porta para deixar um cesto de pão, numa tentativa de se entender com Jacinta e Sãozinha. Jacinta aparece e os dois sentem uma atração.

Paula vem viver para casa de Fátima para ajudá-la. Não quer que Elvira e Rosalinda se intrometam. Comenta que a família parece ter uma maldição. Primeiro a morte de Artur, a prisão de Silvério e agora assaltaram-lhe a casa e levaram os móveis todos e o senhorio acha que foi ela.

Sebastião conta a Carlota que Silvério ficou em prisão preventiva. O advogado pergunta se ela quer ficar com a queijaria e Carlota mostra interesse, é o melhor queijo da serra.

Carminho algemou-se ao aquecimento. Rejeita sair do palacete. A sala já está meia vazia, as mudanças decorrem. Salvador diz que os agentes de execução da divida e a policia estão a chegar.

Sebastião recebe o filho Guilherme, que vem de Lisboa. O pai faz questão de sublinhar que ele foi despedido e que a ex, Sara, o rejeitou. A irmã Marta fica radiante ao vê-lo e comenta que Lena não achou graça ele voltar para casa. Sebastião defende Lena.

Fátima conversa com Tozé e fica a saber que o irmão esteve no restaurante a beber, mas Gustavo esteve com ele e os dois pareceram exaltados na conversa.

Mariana visita Tomás e diz frente a Gustavo que a mãe lhe ofereceu o emprego de responsável das atividades recreativas do hotel. Gustavo fica boquiaberto, pois é o cargo dele. Tomás diz que não está interessado.

Rosalinda conta a Domingos o que Aida lhe contou sobre Tomás. Domingos conta que ele esteve com Leonor. Rosalinda fica em pânico, diz que é melhor fecharem a mercearia uns tempos e irem de férias. Domingos diz para ela o esquecer e ela diz que não pode ignorar que Tomás é pai de Leonor.

nas redes

pesquisar